Uma escola técnica em Formosa fez uma cabine de isolamento

Source: Ministério da Cultura e Educação da Província de Formosa

A Escola de Educação Técnica (E.P.E.T.) nº 4 do El Colorado fabricou e doou uma Cabana de Isolamento para o Hospital “Dr. Santiago Opizzo Traverso” daquela cidade.

A construção foi feita com 90% de policarbonato translúcido, material que cobre a grande maioria do corpo e com policarbonato transparente, painel que protege a parte superior, o rosto. Tem duas válvulas para a entrada de oxigénio e mangueiras de soro, duas luvas herméticas e extensíveis no interior. Na parte traseira, os pés, tem dois filtros de ar que permitem a entrada de um pequeno fluxo sem saída para que a cabina não embacieça. Tudo isto, sob o conselho do Dr. Ariel Moreira.

Um dos membros do corpo docente, o Prof. Dante Almirón salientou: “Não queríamos estar ausentes neste esforço semelhante, por isso começámos com a preparação em primeiro lugar, uma das necessidades básicas que eles levantaram, os suportes ajustáveis das portas, embora pareçam dispositivos simples, em momentos como estes, são de grande ajuda. A partir daí, surgiu a possibilidade de colaborar com algo mais e começámos com a concepção de um dispositivo que permite proteger a saúde do pessoal, considerámos que este seria um dos primeiros a entrar em contacto com os possíveis pacientes da COVID-19, desta forma, protegemos não só a sua saúde mas também a de toda a comunidade. É assim que surge a ideia de uma Cabana de Isolamento, começámos com o projecto, muito ambicioso, não queríamos que fosse uma cabina comum, mas que cumpra todas as medidas de segurança e seja uma barreira importante entre o paciente e o pessoal de saúde”

Agora acrescentou: “É importante notar o trabalho do Delegado Zonal, Prof. Pablo Barão Peña e do Director de Educação Técnica, Prof. Marcelo Naudi, que estão a marcar o caminho a seguir, caso contrário seria extremamente difícil trabalhar. Valorizamos muito a Saúde Pública e por isso a defendemos, assim como a Educação Pública e acreditamos que esta é uma forma de a reivindicar”

Este trabalho abrangente entre os profissionais da educação e da saúde, surge do compromisso de solidariedade que defende a unidade educativa desde o seu início, para ajudar em todos os momentos e fornecer ferramentas de prevenção, neste caso, para proteger o nobre trabalho dos profissionais da saúde.

“Articulámos a nossa preocupação com os professores da escola técnica local, foi assim sugerida a possibilidade de uma maca de transporte com cápsulas de isolamento e para este efeito, o que fizemos foi mostrar ao pessoal docente a incubadora pediátrica, o transporte neonatal que temos e, a partir daí, foram alimentadas as ideias de como repensar este conceito para uma expressão concebida para adultos. Imediatamente, em resposta a esta preocupação, a faculdade começou a trabalhar e conseguiu um protótipo verdadeiramente inovador, eficaz e óptimo (…) Foi um grande conforto para os nossos corações, encheu-nos de orgulho ver que este tipo de questões são articuladas no quadro de uma comunidade sensível, generosa e realizada”, disse o Dr. Alejandro Moises Araoz, director do Departamento de Pediatria e Neonatologia do hospital, Dr. Alejandro Moises Araoz. Alejandro Moises Araoz, director do hospital local.

p>Professores e equipas de gestão disponibilizam o seu capital pedagógico e maquinaria para dar combate à adversidade, gesto de solidariedade, que se multiplica em várias unidades educativas da província e beneficia toda a sociedade.

“Estamos muito felizes e satisfeitos por este projecto que podemos fazer na nossa escola e proporcioná-lo em benefício do nosso querido hospital em El Colorado (…) É importante reconhecer os esforços de toda a comunidade, empresas e indivíduos que em particular se aproximaram e deram a sua contribuição para que isto se tornasse realidade”, disse o Prof. Pedro Clavel.

Tal como isto:

Como este Carregamento…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *