Tradições de casamento: Algo velho, algo novo, algo emprestado e algo azul

Em cada casamento, por mais moderno que seja, há sempre um pouco de tradição que gostamos de seguir. Tais como usar o vestido branco, atirar o ramo de noiva, ir em lua-de-mel, entre outros. Hoje, passamos a falar de uma das tradições mais seguidas pelas noivas desde o século XIX (com as suas respectivas adaptações ao presente): algo velho, algo novo, algo emprestado e algo azul. Esta tradição vem da era Vitoriana e tornou-se famosa em toda a Europa. As suas origens são de um ditado popular:

Algo velho, algo novo, algo emprestado, algo azul… e uma sessenta pence no seu sapato.

Mas o que significa exactamente cada um deles?

Algo velho

br>Velha roupa significa ligação, continuidade, sem esquecer as origens do seu passado. Está relacionado com a família e amigos. Ao contrário de algo emprestado, este algo não terá de ser devolvido ao seu dono.

p>Normalmente, as noivas usam uma jóia de família, mas existem inúmeras outras possibilidades, tais como um broche, um alfinete no ramo nupcial, um véu de família,…

Se for uma noiva, pode usar uma peça antiga de joalharia….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *