Submissões

Directrizes para autores/as

Regras para submissão de artigos

PRESENTAÇÃO E ESTRUTURA DE ORIGINAIS

Os manuscritos devem ser submetidos exclusivamente através da plataforma OJS 3 (https://bit.ly/33yPkxU). Todos os autores devem registar-se com os seus créditos, embora apenas um autor seja responsável pela correspondência. Nenhum autor pode submeter ou ter em revisão dois manuscritos simultaneamente.

Papéis devem ser submetidos em letra Times New Roman 12, espaçamento simples, totalmente justificado e sem tabulações ou devoluções de carruagens entre parágrafos. Apenas grandes blocos (autor, título, resumos, descritores, créditos e epígrafes) são separados com um retorno. A página deve ter dois centímetros em todas as margens. Os trabalhos devem ser submetidos em Word para PC. O ficheiro deve ser anonimizado em Propriedades do ficheiro para que a identificação dos autores não apareça.

4.1. Estrutura

Dois ficheiros devem ser submetidos simultaneamente:

1) Carta de apresentação

Os autores devem assinar o formato da carta de apresentação, na qual declaram que:

  • O trabalho é original e inédito, e não foi simultaneamente considerado para publicação em qualquer outra revista ou trabalho editorial.
  • A postulação e possível publicação do trabalho está em conformidade com as Regras para
    Contribuidores e a política editorial do FORO Journal.
  • li>Sua responsabilidade pelo conteúdo do artigo.
  • A sua participação e contribuição na concepção, concepção e execução do trabalho, análise e interpretação dos dados, redacção do texto e suas revisões, bem como na aprovação da versão que é finalmente enviada como anexo.
  • Todos os autores contribuíram significativamente para a investigação.
  • Se forem detectados erros, são obrigados a fornecer retracções e
  • Fornecer a informação correspondente sobre o apoio financeiro recebido.
  • Atribuição de direitos, declaração de conflito de interesses e divulgação.

2) Manuscrito

Os manuscritos tendem a analisar um problema e podem sugerir uma solução. Tal análise articula geralmente alguma informação de base para informar o leitor, antes de passar a um argumento inovador. Os artigos publicados seguirão uma estrutura, contendo: resumo, introdução, análise/argumento, e conclusão, de modo a proporcionar um tratamento abrangente de uma área particular do direito. Os artigos tendem a ser formais tanto na redacção como na obrigação de fundamentar a informação e análise num apoio substantivo abrangente através de uma citação consistente.

O manuscrito deve conter o seguinte na sua primeira página:

  • Título do artigo
  • Contagem total de palavras
  • Número de referências bibliográficas e jurisprudenciais, excepto a legislação nacional ou internacional (constituição, leis, instrumentos internacionais)
  • I>Nomes e apelidos completos de cada um dos autores por ordem de precedência (o número deve ser justificado pelo assunto, a sua complexidade e extensão, sendo a área em média três autores). No caso de mais de três autores, é obrigatório justificar substancialmente a contribuição original da equipa, uma vez que esta será tida em conta na estimativa do manuscrito. O ficheiro contendo esta justificação deve estar em formato PDF e deve ser carregado na plataforma OJS juntamente com o artigo e a carta de apresentação.

  • Além disso, devem ser indicados os seguintes dados para cada um dos autores:
    • Nacionalidade
    • grau académico máximo
    • Afiliação institucional actual, Cidade, País
    • Áreas de especialização e investigação (máximo 5 campos)
    • Endereços electrónicos institucionais

  • ORCID
  • Extracto do seu curriculum vitae num máximo de 5 linhas de texto. Caso haja mais autores, serão incluídos os dados de cada um deles.

Da segunda página deste ficheiro o artigo será incluído sem quaisquer dados referentes ao(s) autor(es). Com o seguinte conteúdo:

  • Título do artigo (conciso mas informativo), em espanhol na primeira linha e depois em inglês. São aceites um máximo de duas linhas (máximo de 80 caracteres com espaços). Não são apenas da responsabilidade dos autores, mas também dos editores. Portanto, se não reflectirem correctamente o sentido do trabalho, este pode ser modificado.
  • li>Abstract em espanhol de 200 a 220 palavras, descrevendo concisamente a razão e o objectivo da investigação, a metodologia utilizada, os resultados mais importantes e as principais conclusões, com a seguinte estrutura: justificação do tema, objectivos, metodologia do estudo, resultados e conclusões. Deve ser escrito de forma impessoal: “O presente trabalho é analisado…” li>Abstract em inglês de 180/200 palavras. Para a sua preparação, tal como para o título e palavras-chave, não é permitida a utilização de tradutores automáticos. Os revisores também analisam este factor ao avaliar o trabalho e os nossos revisores analisam o nível e estilo linguístico, se necessário.

  • 8 palavras-chave em espanhol / Palavras-chave em inglês. A utilização do Thesaurus da UNESCO é recomendada. Os novos termos só são aceites em casos excepcionais. Os termos devem estar em Espanhol/Inglês.

Regras de referências

O número mínimo de referências, incluindo doutrinárias e jurisprudenciais, é de 30. As regulamentações nacionais e internacionais estão excluídas deste número mínimo.

FORO, Revista de Derecho segue o Chicago Deusto Manual of Style 16 (Summary Guide to the Manual of Style (5th ed.), UASB-E), e dentro deste, o Subsistema de Notas e Bibliografia (SNB):

A seguir estão alguns dos requisitos estabelecidos neste manual:

  1. Palavras em outras línguas devem aparecer em itálico.
  2. A primeira vez que se utilizam acrónimos ou abreviaturas, estas devem aparecer entre parênteses após a fórmula completa.
  3. A bibliografia não deve ser dividida em secções e seguirá a estrutura proposta Manual de Estilo 16 do Chicago Deusto (5ª ed.), UASB-E).
  4. O DOI deve ser incluído em todas as referências com o seguinte formato: https://doi.org/XXXXXX.
  5. Todos os endereços web de referências foram encurtados com https://bitly.com
  6. Sobre imagens, mapas, quadros, gráficos, figuras e tabelas:
  • ul>
  • Devem ser incorporados no texto de forma ordenada.
  • Deve conter fontes de referência completas (sobrenome ano, ano, número de página) espaçamento simples, 10 ponto.
  • Cada deve ter um título e número de sequência.
  • Fotografias devem ser submetidas a cores, em qualidade de impressão em formato PNG ou JPG.
  • Além de fotografias, mapas, gráficos estatísticos ou gráficos devem também ser apresentados a cores.
  • As tabelas podem ser a preto e branco.
  • Recomenda-se a inclusão de tabelas e gráficos com desenho 3D.
  • Se as tabelas, gráficos, ou quadros forem feitos pelo autor, deve ser indicado com a frase “Elaboração própria”.
  • IMPORTANTE: O(s) autor(es) deve(m) apresentar um documento (ver formato) que certifique expressamente que possui(m) as autorizações para a utilização de imagens, fotografias, mapas, quadros, gráficos, figuras e/ou tabelas, quer porque são do domínio público, quer porque os titulares dos direitos os autorizaram, quer porque a natureza do seu trabalho está em conformidade com os parâmetros de utilização justa, de acordo com a regulamentação equatoriana. A certificação deve detalhar as imagens, fotografias, mapas, quadros, gráficos, figuras e/ou tabelas utilizadas, especificando a respectiva fonte.

Exemplo da citação SBN (recomendamos a revisão do Summary Guide to the Manual of Style (5th ed.), UASB-E):

    Livro:

Footnote

Paula Carlino et al.., Leer y escribir para aprender en las diversas carreras y asignaturas de los IFD que forman a profesores de enseñanza media: Concepciones y prácticas declaradas de los formadores de docentes (Buenos Aires: Ministerio de Educación de la Nación, 2013), 34-5, http://www.bnm.me.gov.ar/giga1/documentos/EL005906.pdf

Bibliografia

Carlino, Paula, Patricia Iglesia, Leandro Bottinelli, Manuela Cartolari, Irene Laxalt, e Marta Marucco. Leer y escribir para aprender nas diversas carreras y asignaturas dos IFD que forman a profesores de enseñanza media: Concepciones y prácticas declaradas de los formadores de docentes. Buenos Aires: Ministerio de Educación de la Nación, 2013. http://www.bnm.me.gov.ar/giga1/documentos/EL005906.pdf

    li>Artigos em revistas científicas ou académicas:

P>P>Pés
Liliana Weinberg, “El lugar del ensayo”, CELEHIS: Revista del Centro de Letras Hispanoamericanas 21, n.o 24 (2012): 20.

p>Bibliografia

Weinberg, Liliana. “O Lugar do Ensaio”. CELEHIS: Revista del Centro de Letras Hispanoamericanas 21, n.o 24 (2012): 13-36.

    li>Juízo Nacional

P>Notas de pé

p>Equador Tribunal Provincial de Justiça da Família Pichincha, Mulheres, Crianças, Adolescentes e Câmara dos Delinquentes Adolescentes, “Sentença”, no Acórdão n.o: 17141-2014-1998, 26 de Setembro de 2014, 3.p>Bibliografiap>Equador Tribunal Provincial de Justiça da Família Pichincha, Mulher, Infância, Adolescência e Câmara dos Delinquentes Adolescentes. “Sentencia”. No Acórdão nº: 17141-2014-1998. 26 de Setembro de 2014.

    li>Juízo Internacional

P>Notas de pé

Tribunal de IACHR, “Acórdão de 23 de Novembro de 2010 (Objecções Preliminares, Méritos, Reparações e Custos)”, Processo Vélez Loor vs. Panamá, 23 de Novembro de 2010, par. 120, http://www. corteidh.or.cr/docs/casos/articulos/seriec_218_esp2.pdf

Bibliografia

Tribunal de IACHR. “Acórdão de 23 de Novembro de 2010 (Objecções Preliminares, Méritos, Reparações e Custos)”. Caso de Vélez Loor v. Panamá. 23 de Novembro de 2010. http://www.corteidh.or.cr/docs/docs/casos/articulos/ seriec_218_eng2.pdf.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *