SHOW YA LUV: MATT GEIGER

Por exigência popular, hoje prestamos homenagem a Matt Geiger, um dos jogadores mais amados da era Iverson, e não admira, porque graças a ele, A Resposta não foi negociada no Verão de 2000. Os Sixers tinham decidido trocar a Iverson pelos Pistons juntamente com Matt Geiger em troca de Eddie Jones e Glen Rice, mas tudo se desmoronou quando Geiger se recusou a negociar sobre o seu “trade kicker”, ou seja, sobre a percentagem de dinheiro que receberia por ser trocado e que se reflectiu no seu contrato. Na época seguinte, Iverson foi o MVP da NBA, chegando à Final.

Geiger entrou na liga em 1992, tendo sido redigido na segunda ronda pelo Miami Heat. Matt jogou dez épocas na NBA, quatro delas com os Sextos, reformando-se em 2002 após ter passado dois anos com graves problemas de joelhos. Destacou-se por ser um centro com uma mão muito boa, um jogador que não se podia deixar desmarcado, porque o ligou de qualquer lugar.

Correntemente envolvido em investimentos imobiliários, longe do mundo do basquetebol. No início do ano passado conseguiu vender uma das suas propriedades, 28.000 metros quadrados, uma casa que se tornou muito famosa pelo seu tamanho e por ser a cena do filme como “O Justiceiro”.
br>Matt viveu naquela mansão, que tinha entre outras coisas, 40 televisores, 18 deles com consolas Xbox, 12 búfalos, um grande gado pessoal, um lago artificial, pista de dança, uma multidão de banheiras quentes, uma sala de fumo, e assim por diante. Até tentou construir uma plataforma de aterragem de helicóptero. A sua mansão tornou-se um lar ideal para festas, espectáculos e eventos de caridade.

Muitos de nós têm boas recordações deste jogador, que ganhou muito dinheiro apesar de ser um substituto, e que nos surpreendeu com a sua fácil filmagem.

.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *