Processo de acreditação do programa de residência pediátrica pelo Council for the Accreditation of Education Institutions

Introdução: O ensino médico pós-graduado como parte de um sistema de residência é o melhor modelo para a formação especializada. A acreditação de programas de residência implica um processo de harmonização e padronização. Define uma base comum e reprodutível para assegurar uma formação de alta qualidade e directrizes curriculares universais.

Objectivo: Descrever o processo de acreditação de programas de residência pediátrica pelo Conselho para a Acreditação de Instituições de Ensino entre Janeiro de 2011 e Julho de 2017.

Métodos: O processo de acreditação foi desenvolvido de acordo com um quadro de referência que definiu 6 domínios e 28 itens. Com base no cumprimento, foram estabelecidas 3 categorias de acreditação. A análise dos programas de residência acreditados foi categorizada em 3 regiões geográficas: província de Buenos Aires, Cidade Autónoma de Buenos Aires (CABA), e outras regiões. Cada item analisado foi dicotomizado em não-conformidade e conformidade parcial ou total. As medidas categóricas de resultados foram expressas em números absolutos e percentagem.

Resultados: Foram avaliados noventa e quatro programas de residência pediátrica: 34 (36%) corresponderam à província de Buenos Aires; 25 (27%), à CABA; e 35 (37%), a outras regiões. No total, 79 (85%) pertenciam ao sector público. A categoria máxima de acreditação foi atingida por 35 (37%). Quatro (4 %) não foram acreditados. A conformidade para a maioria dos itens correspondentes aos 6 domínios foi superior a 80%.

Conclusão: A maioria dos programas de residência avaliados foram acreditados e cumpriram as normas de referência. Introdução. A formação médica de pós-graduação em um sistema de residências constitui o melhor modelo para a formação de especialistas. A acreditação de residências implica um processo de harmonização e padronização de critérios. Estabelece uma base comum e reprodutível, que assegura uma formação de qualidade com directrizes curriculares universais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *