Perda de todos os dentes no maxilar inferior

Como é feita a carga imediata de um maxilar de implantes?

Podemos muitas vezes colocar os implantes e os dentes nos implantes na mesma sessão, no mesmo dia. Assim, desde o primeiro momento já terá dentes na sua boca. A mandíbula é uma das posições onde mais frequentemente podemos realizar a carga imediata de implantes.

Implantes na mandíbula para uma prótese fixa completa suportada por implantes. Informação detalhada

Se esta opção for escolhida, o paciente necessita de um mínimo de 4 a 6 implantes colocados na zona anterior da mandíbula, para construir uma prótese de 10 dentes. Se forem desejados mais dentes na prótese, serão necessários mais implantes, colocados na área posterior do maxilar (o que nem sempre é possível devido à perda óssea que os pacientes que estão sem dentes há muito tempo costumam ter nessa área).

Por causa da perda óssea significativa que os pacientes costumam ter, a prótese geralmente substitui tanto os dentes como a gengiva perdida. A prótese é feita de metal e acrílico ou metal e porcelana.

a. Vantagens

Esta prótese é fixada para o paciente (o paciente não pode remover a prótese), mas pode ser removida pelo dentista (se for aparafusada), caso necessite de ser retocada. Esta opção tem mais estabilidade e retenção do que uma prótese completa convencional ou sobredentadura suportada por implantes.

O paciente tem maior resistência e capacidade de mastigar uma grande variedade de alimentos.

Esta restauração demonstrou estabilizar a altura óssea ao longo do tempo, interrompendo o processo de atrofia óssea e os efeitos de envelhecimento estético associados à face.

b. Desvantagens

Como outras próteses, a prótese fixa completa pode partir-se, e os parafusos podem partir-se ou soltar-se. Contudo, é importante notar que este tipo de prótese demonstrou em mais de 25 anos de estudos clínicos uma taxa de sucesso superior a 90%.

O custo deste tratamento é elevado, uma vez que requer um maior número de implantes do que uma sobredentadura.

O paciente pode por vezes ter dificuldade em manter a higiene diária em torno da prótese. Em geral, esta prótese fixa é mais difícil de limpar do que uma sobredentadura.

O tempo de tratamento é maior do que uma prótese convencional e são necessárias duas cirurgias.

c. Como este tratamento é realizado

Na consulta inicial, são tiradas fotografias e radiografias da boca do paciente. Por vezes é pedido um estudo especial (scan ou TAC). Este estudo permite-nos ver com precisão (mesmo em 3 dimensões) a quantidade e qualidade de osso que o paciente tem, e ajuda muito no planeamento do tratamento. Pode ser necessário fabricar uma prótese temporária especial. O cirurgião e o dentista, trabalhando em equipa, determinam o número de implantes, a posição dos implantes e o desenho da prótese final.

p>Os implantes são colocados no maxilar na primeira cirurgia. A prótese provisória é deixada por utilizar durante um período de 7-10 dias para permitir a cura do tecido gengival. O dentista faz então um ajuste da dentadura provisória (reembasamento suave da prótese), para que o paciente a possa usar durante o tempo de espera até que o implante seja integrado (“soldado” ao osso).

No arco inferior o osso deve sarar em redor dos implantes durante aproximadamente 3 meses, após o que é realizada a segunda cirurgia, para verificar se os implantes estão integrados (“soldados” ao osso). O cirurgião expõe os implantes na segunda cirurgia e insere o segundo componente que emerge através da gengiva (chamado pilar de cicatrização), e verifica se os implantes estão imóveis e sem perda óssea.

Após um novo período de espera de 7-10 dias, em que o paciente não deve usar a prótese para a gengiva sarar, o paciente visita o seu dentista para que a prótese provisória seja reequipada.

O dentista restaurador começa então a fabricação da prótese fixa. Estes procedimentos incluem a impressão preliminar, a impressão final, a depilação, as provas de metal, as provas de dentes, e a inserção da dentadura. Uma vez feitos todos os ajustamentos que satisfazem tanto o dentista como o paciente, o paciente inicia visitas regulares de manutenção e reavaliação.

Muitos pacientes que usam próteses fixas suportadas por implantes dizem-nos que estão muito confortáveis com elas e que os dentes substituídos sentem e funcionam como os seus próprios dentes naturais.

Dentadura completa removível (sobredentadura suportada por implantes)

É uma prótese muito semelhante a uma dentadura inferior completa, a diferença é que é mantida no lugar por 2 ou mais implantes que tenham sido colocados no osso do arco inferior. A dentadura pode ser removida e reinserida pelo paciente. Os implantes são ligados por uma barra de metal fundido que os une e proporciona um mecanismo de retenção ou clip para manter a prótese no lugar.

a. Vantagens:

A dentadura é removível e a barra e a dentadura são acessíveis para higiene diária.

Implantes dão à dentadura maior estabilidade e retenção, e aumentam a força de mastigação.

Custo moderado. É necessário um mínimo de 2 implantes.

Implantes são colocados na parte da frente do maxilar, onde normalmente existe uma boa quantidade e qualidade de osso para acomodar os implantes. Este tipo de tratamento permite ao dentista e ao paciente mudar o suporte do lábio inferior e o perfil facial para satisfazer as necessidades estéticas do paciente que tem atrofia maxilar grave.

b. Desvantagens:

É aconselhável remover a dentadura para dormir. Quando o paciente remove a prótese, experimenta alterações significativas na estética do seu rosto (flacidez do lábio inferior e do perfil.).

Ocasionalmente, são necessárias reparações da prótese e substituição dos clips. A dentadura ou dentadura pode fracturar. Os parafusos dos implantes também podem fracturar ou soltar-se e por vezes os implantes falham.

Continuação da perda óssea na região mais posterior do maxilar onde não há implantes e a prótese é suportada. Portanto, pode ser necessário um reajustamento através de um reajustamento periódico da prótese.

O tempo de tratamento é maior que uma prótese convencional e são necessárias duas cirurgias.

c. Como este tratamento é realizado

Na consulta inicial, são tiradas fotografias e radiografias da boca do paciente. Por vezes é solicitado um estudo especial (scan ou TAC), que é realizado num centro de radiologia fora do consultório. Este estudo permite-nos ver com precisão (mesmo em 3 dimensões) a quantidade e qualidade de osso que o paciente tem, e ajuda muito no planeamento do tratamento. O cirurgião e o dentista, trabalhando em equipa, determinam o número de implantes, a posição dos implantes e o desenho da prótese final.

p>Os implantes são colocados no maxilar durante a primeira cirurgia. A prótese provisória inferior fica por utilizar durante um período de 7-10 dias para permitir a cicatrização do tecido gengival. O dentista faz então um ajuste da dentadura provisória (reembasamento suave da prótese), para que o paciente a possa usar durante o tempo de espera até que o implante seja integrado (“soldado” ao osso).

No arco inferior o osso deve sarar à volta dos implantes durante aproximadamente 3 meses, e depois é realizada a segunda cirurgia, para verificar se os implantes estão integrados (“soldados” ao osso). O cirurgião expõe os implantes na segunda cirurgia e insere o segundo componente que emerge através da gengiva (chamado pilar de cicatrização), e verifica se os implantes estão imóveis e sem perda óssea.

Após um novo período de espera de 7-10 dias, em que o paciente não deve usar a prótese para a gengiva sarar, o paciente visita o seu dentista para que a prótese provisória seja reequipada.

Então o dentista restaurativo começa a fabricação da prótese. Estes procedimentos incluem impressões preliminares, impressões finais, um registo de mordedura, uma prova de cera, e a colocação da barra e da dentadura. Uma vez feitos todos os ajustamentos para satisfação tanto do dentista como do paciente, o paciente inicia visitas regulares de manutenção e reavaliação.

Muitos pacientes que usam overdentures de implantes dizem-nos que estão muito confortáveis com eles, e que recuperaram conforto, confiança e capacidade de mastigação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *