Passos e requisitos para criar uma empresa

Passos a seguir e requisitos a cumprir para criar uma empresa comercial ou empresa na Colômbia, a fim de operar legalmente.

O que é uma empresa comercial.

steps-create-create-company

Uma empresa comercial é a figura jurídica que surge quando duas ou mais pessoas se associam para contribuir com capital e desenvolver uma ou mais actividades comerciais.

Hoje em dia até as empresas comerciais podem ser criadas com apenas uma pessoa como no caso da S.A.S, ou empresas em nome individual, com as quais é criada uma entidade jurídica diferente da pessoa singular que constitui a empresa.

Requisitos para criar uma empresa comercial.

O artigo 110º do código comercial estabelece os requisitos gerais que devem ser satisfeitos para formar uma empresa comercial, que são:

  1. O nome e o endereço das pessoas que intervêm como bolseiros. Com o nome das pessoas singulares, deve ser indicada a sua nacionalidade e documento de identificação legal; com o nome das pessoas colectivas, a lei, decreto ou escritura de que deriva a sua existência.
  2. A classe ou tipo de sociedade que está a ser formada e o nome da sociedade, formada conforme previsto em relação a cada um dos tipos de sociedade regulados por este Código.
  3. O domicílio da empresa e o dos diferentes ramos que se estabelecem no mesmo acto de constituição.
  4. O objecto social, ou seja, a empresa ou negócio da empresa, fazendo uma enunciação clara e completa das principais actividades. A estipulação em virtude da qual o objecto social é alargado a actividades declaradas de forma indeterminada ou que não tenham uma relação directa com o objecto social será ineficaz.
  5. O capital social, a parte do mesmo que é subscrita e a parte que é paga por cada associado no acto de constituição. Nas sociedades anónimas, o capital subscrito e realizado, o tipo e o valor nominal das acções representativas do capital, a forma e as condições em que as quotas devidas devem ser anuladas, cujo prazo não pode exceder um ano, devem também ser indicados.
  6. A forma de administrar os negócios sociais, indicando as atribuições e poderes dos administradores, e os reservados aos sócios, às assembleias e às assembleias de accionistas, de acordo com a regulamentação legal de cada tipo de sociedade.
  7. A hora e a forma de convocar e constituir a assembleia ou a assembleia de accionistas em sessões ordinárias ou extraordinárias, e a forma de deliberar e chegar a acordos sobre assuntos da sua competência.
  8. As datas em que os inventários e balanços devem ser feitos, e a forma como os lucros ou ganhos de cada exercício financeiro devem ser distribuídos, com uma indicação das reservas a fazer.
  9. A duração exacta da empresa e as razões para a dissolução antecipada da empresa.
  10. O modo de liquidação, uma vez dissolvida a empresa, com indicação dos bens a devolver ou distribuir em espécie, ou das condições em que, na ausência dessa indicação, podem ser feitas distribuições em espécie.
  11. As disputas que surjam entre os membros ou entre os membros e a empresa decorrentes dos estatutos devem ser submetidas a arbitragem ou a amiable compositeurs e, em caso afirmativo, como os árbitros ou amiable compositeurs devem ser nomeados.
  12. O nome e domicílio da pessoa ou pessoas que devem representar legalmente a sociedade, especificando os seus poderes e deveres, quando esta função não corresponde, por lei ou por contrato, a todos ou alguns dos sócios.
  13. Os poderes e deveres do revisor oficial de contas, quando o cargo estiver previsto na lei ou no contrato de sociedade.
  14. Os outros convénios que, sendo compatíveis com a natureza de cada tipo de empresa, estipulam os parceiros para regular as relações a que o contrato dá origem.

Estes requisitos devem ser cumpridos quer constituam por escritura pública ou documento privado com no caso da SAS, embora esta tenha uma regulamentação específica como explicado no artigo seguinte.

Inscrição no registo comercial.

Ainda sociedade comercial uma vez constituída deve ser inscrita no registo comercial da câmara de comércio do local da sua sede social.

Para o fazer deve seguir os seguintes passos:

  • Preencher o formulário de Registro Único Empresarial (Carátula Única e Anexo Mercantil), assinado pelo representante legal da empresa.
  • Requerir e preencher o anexo fiscal com a assinatura do representante legal.
  • Atacar uma cópia da escritura pública de constituição, que deve conter pelo menos os seguintes aspectos para proceder ao seu registo, sem prejuízo dos outros requisitos contidos no artigo 110º do Código Comercial:
  • Nome completo dos incorporadores com os seus documentos de identidade. Caso os participantes na constituição da empresa sejam pessoas colectivas (empresas, entidades sem fins lucrativos, etc.), é necessário indicar no documento o NIT correspondente (Rut).
  • Nome ou nome da empresa. Isto deve responder ao tipo de empresa que é constituída: Colectiva, Limitada, Sociedade em comandita simples ou Sociedade Anónima. Antes de registar o nome utilize o nosso serviço de verificação homónimo.
  • li>Endereço principal (cidade ou município onde está estabelecido).li>Viabilidade ou prazo de duração da empresa.li>Fins comerciais ou actividades a desenvolver. O objecto social deve ser descrito de uma forma clara e determinada.Li>Capital social e a sua distribuição entre os sócios, indicando as formas em que foi pago (dinheiro, em espécie, ou indústria). Relativamente à distribuição do capital deve indicar o número de quotas ou acções, conforme o caso, e o valor nominal de cada uma.

  • Quando activos como bens imóveis são transferidos para a empresa, a escritura deve ser registada no registo dos instrumentos públicos do local de localização do imóvel.
  • Carta de aceitação do cargo indicando o número de documento de identidade pelos nomeados como representantes legais, membros do conselho de administração e revisores oficiais de contas. Se tal aceitação for inscrita na escritura pública de constituição, este requisito não é necessário.

A inscrição no registo comercial tem um custo que depende do montante do património do capital da sociedade, e deve ser renovado anualmente.

Estabelecimentos comerciais.

A sociedade comercial deve inscrever na câmara de comércio cada um dos estabelecimentos comerciais que possui.

Além disso, para poder abrir ao público, cada estabelecimento comercial deve satisfazer uma série de requisitos que dependerão do tipo de estabelecimento e da actividade económica exercida, assunto discutido no artigo seguinte:

Rut registration.

A sociedade comercial deve registar-se no Rut para efeitos de cumprimento das obrigações fiscais.

Como cada tipo de empresa tem as suas particularidades, todas as câmaras de comércio oferecem aconselhamento e apoio àqueles que estão no processo de incorporação de uma empresa, pelo que a recomendação é ir ter com eles antes de iniciar o processo para ter mais clareza a este respeito.

A incorporação da empresa é apenas um dos processos a ser cumprido por qualquer empresa.

É importante notar que a incorporação da empresa como tal, é apenas um dos passos a seguir por qualquer empresa, e é geralmente o mais simples.

Após a constituição legal da empresa, e dependendo do seu objecto social ou actividade económica, podem ser necessárias licenças e autorizações que podem ser mais ou menos complexas, dependendo de cada caso particular, e algumas delas podem levar meses ou anos, e outras simplesmente impossíveis de obter como algumas licenças ambientais, ou relacionadas com o Invima, etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *