Melanie Windridge (Português)

Windridge formou-se na Universidade de Bristol com um mestrado em Física em 2002. Passou o seu terceiro ano de licenciatura em França na Ecole Nationale Supérieure de Physique em Grenoble. Em 2009, foi-lhe atribuído um doutoramento em Física dos Plasmas, especializado em energia de fusão, pelo Imperial College London. A sua tese discutiu a estabilidade vertical dos anéis de plasma em tokamaks esféricos e investigou uma das consequências de o anel se tornar instável. Esta investigação foi realizada na experiência Mega Ampere Spherical Tokamak (MAST) no Centro Culham para a Energia de Fusão. Windridge mostrou que os plasmas MAST podem ser mais instáveis a rupturas verticais do que outros tokamaks devido a uma fusão da estrutura do campo magnético e à falta de uma barreira de encaixe adequado.

Após o seu doutoramento, foi eleita como professora no Instituto de Escolas e Faculdades de Física em 2010, que lançou a sua carreira na comunicação científica. Enquanto viajava pelo país falando às escolas sobre energia de fusão, escreveu uma colecção de blogues sobre o assunto, que foram posteriormente publicados como livro introdutório sobre fusão, intitulado Star Chambers: the Race for Fusion Power.

Aquela trabalhou subsequentemente com uma empresa suíça de arranque, Iprova, fazendo invenções para clientes de alto perfil, com os quais detém várias patentes. Foi nomeada inventora de 8 patentes paraPhilips, incluindo iluminação, cura e dispositivos médicos.

Ela é uma académica visitante no grupo de Física Plasmática do Imperial College London. É consultora educacional de Peter Ogden, advogado fundador e embaixador da campanha Your Life e membro do Stimulating Physics Network Advisory Group do Institute of Physics (IOP). É também membro do grupo de comunicadores de ciência do PIO e do grupo de Mulheres em Física. Em 2015, ganhou o prémio STEM Ambassador da Science Oxford pelo seu trabalho na divulgação da ciência nas escolas.

Os seus interesses incluem fusão nuclear, aurora e exploração, e ela é uma oradora regular sobre estes tópicos. Em 2013, embarcou numa série de viagens ao Árctico para investigar a história, a ciência e as paisagens da aurora boreal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *