MBA para Engenheiros. Um perfil profissional altamente exigente

Tradicionalmente este tipo de perfis continuou a desenvolver-se no seu ramo de engenharia e a crescer no seu conhecimento. Mas devido à evolução do mercado profissional e das grandes empresas com grandes equipas multidisciplinares, vemos cada vez mais perfis de engenheiros que gerem grandes equipas e grandes projectos.

Devem a esta situação muitos engenheiros decidem estudar MBA para completar o seu currículo e ensinar-lhes conhecimentos de gestão e financeiros para os ajudar na gestão, facturação e gestão de equipas e/ou empresas.

Também, se o perfil de engenheiro era muito procurado, agora as grandes empresas incorporam engenheiros com MBA. Graças a isto as oportunidades dentro da empresa são maiores e o salário é também recompensado.

Que MBAs existem para engenheiros?

Embora seja verdade que existem muitos planos de formação e escolas de negócios que oferecem MBAs, o sector dos MBAs para engenheiros é muito pequeno.

Há cada vez mais escolas de negócios que têm currículos de MBA especializados, mas poucas são as que incorporam MBA específicos para engenheiros.

Isto porque não é realmente necessário criar um MBA específico para engenheiros. A recomendação será sempre a de fazer um MBA normal, pois são estes que se concentram no ensino de como é o funcionamento de uma empresa, gestão, tarefas financeiras, etc. São MBA perfeitos para começar a desenvolver e aprofundar alguns conceitos empresariais independentemente do sector onde a actividade é desenvolvida.

O que os engenheiros procuram num MBA?

Como já mencionámos, o perfil do engenheiro que pretende estudar um MBA está muito orientado para a gestão de equipas, liderança, competências, e mesmo conhecimentos financeiros para ver a evolução dos projectos em que estão envolvidos ou para planos futuros de empreendedorismo.

É fácil compreender esta situação devido à forma de trabalho e à produção actual das empresas. O trabalho de equipa é essencial e para desenvolver algumas funções a nível da empresa se não se tiverem certas competências inatas é normal que sejam necessárias para trabalhar. Por exemplo:

  • Gestão de equipas: É essencial saber gerir uma equipa e trabalhar de acordo com as capacidades da mesma. Assim, em equipas onde vários engenheiros trabalham em diferentes partes do projecto, é essencial que a pessoa responsável seja capaz de dirigir esforços e tempo a cada tarefa para manter a motivação, produtividade e alcançar bons resultados.
  • Leadership: Estreitamente relacionado com o ponto anterior, é essencial desenvolver e aprender técnicas de liderança. O objectivo de um líder não é comandar, mas ser um exemplo e um solucionador de conflitos, para além dos problemas técnicos do projecto.

    Li>Literacia financeira: Se estiver a pensar porque é que um engenheiro quereria ter literacia financeira, a resposta é simples. Como líderes de projecto, têm de ser capazes de compreender e valorizar a produtividade da equipa e o custo económico por trabalhador e horas investidas para poderem valorizar projectos, desenvolver propostas e soluções para os seus clientes. Além disso, este conhecimento financeiro é de grande ajuda para todos aqueles que decidem iniciar o seu próprio projecto e empreendedorismo.

Estes pontos são alguns dos conceitos que os engenheiros podem aprender num MBA, entre uma grande lista de conhecimentos, competências e aptidões. Além disso, tendo em conta os estudos universitários realizados e as possíveis especializações na sua área de engenharia, um engenheiro é capaz de fazer um MBA com facilidade, tirando muito proveito disso.

Se está a pensar em fazer um MBA e ainda não se decidiu pelo Portal MBA, recomendamos os melhores MBAs no nosso Ranking de MBA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *