Matson acrescenta a Matsonia à sua frota

Por PortalPortuario da Equipe Editorial.cl

@PortalPortuario

Matsonia sobre os seus ensaios marítimos em San Diego.

Matson, Inc. recebeu o Matsonia, o segundo de dois novos navios capazes de transportar contentores e veículos (con-ro)

O navio foi construído pela General Dynamics Nassco, tornando-o – juntamente com o seu navio irmão – o maior navio do seu tipo na frota comercial dos EUA.

Os navios foram ordenados para renovar a frota do Havai de Matson e juntar-se aos porta-contentores Daniel K Inouye e Kaimana Hila, que são igualmente os maiores sob a bandeira dos EUA.

A Matsonia e a sua nave irmã Lurline têm 265 metros de comprimento, 34,7 metros de largura e têm um calado de 11,5 metros.

Estas naves irmãs têm uma garagem fechada com espaço para aproximadamente 500 veículos, mais um porão para material circulante e carga fraccionada. Lurline entrou em serviço em Janeiro deste ano.

Por outro lado, os novos contentores de classe Aloha da Matson, Daniel K. Inouye e Kaimana Hila, construídos pelo estaleiro Philly Shipyard, entraram em serviço em 2018 e 2019, respectivamente. Cada navio tem uma capacidade equivalente a 3.600 navios de vinte pés (TEU).

Os quatro novos navios são a peça central do investimento de quase mil milhões de dólares da Matson para modernizar o seu serviço ao Havai.

Além de um investimento de quase $930 milhões na sua frota, a Matson está também a investir mais de $60 milhões em actualizações do seu terminal central do Havai em Sand Island, em Honolulu, juntamente com o plano de modernização do porto do Estado do Havai.

“Colocar quatro novos navios em serviço num período de três anos é uma realização significativa que culmina oito anos de planeamento, gestão de projectos e coordenação de equipas em muitos departamentos da Matson. Juntamente com a modernização e expansão do nosso terminal de Honolulu, estes investimentos posicionam a Matson para prestar um serviço eficiente e fiável ao Havai nas próximas décadas”, disse Matt Cox , presidente e director executivo principal da Matson.

Fase 1 do projecto de Modernização do Terminal de Areia da Matson foi concluída este ano, com a instalação de três novos pórticos eléctricos e actualizações para três gruas existentes e o sistema de energia do terminal.

Fase 2, que incluirá melhorias no pátio e nos portões dos contentores, terá início em 2021. Na Fase 3, juntamente com a conclusão do estado do novo Terminal de Contentores Kapalama, a Matson irá expandir a sua pegada à beira-mar e a pegada total do terminal em 30% através da aquisição dos Berços 51A e B.

iv

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *