“Marvel Studios


Um dos produtores da Marvel Studios, Nate Moore, revive o debate sobre a diversidade de raças e géneros na MCU. Concorda? Ou acha que tem de apostar na mudança geracional?

Marvel Studios vai viver uma importante mudança geracional. Vingadores: Guerra Infinita’ marcará um antes e um depois no Universo Cinematográfico Maravilhoso (MCU). Porquê? Porque para além do impacto ficcional nesse universo partilhado, também vai provocar a reinicialização de toda uma franquia. E a mudança geracional já vai começar a aparecer durante a Fase 3. Especialmente com ‘Black Panther’, ‘Ant-Man and the Wasp’ e, sobretudo, ‘Captain Marvel’.’

A inclusão de personagens como T’Challa (Chadwick Boseman) e Carol Danvers (Brie Larson) é extremamente importante para as sociedades modernas. O facto de um super-herói afro-americano e uma mulher estarem a receber o seu próprio filme a solo é indicativo do compromisso dos Estúdios Marvel com esta diversidade. Embora não responda realmente à “diversidade” como um serviço de adeptos para uma sociedade cansada do modelo tradicional. Mas a um efeito dominó que tem a marca da MCU. Ou seja: acontece de forma orgânica. Acontece quando tem de acontecer. Não por imposição social.

Nate Moore: “Queremos contar as melhores histórias possíveis com os melhores personagens possíveis. Não apressar algo que não está pronto ou no auge do nosso trabalho”

Precisamente essa mensagem é o que tem querido mover um dos produtores executivos dos Estúdios Marvel. Estamos a falar de Nate Moore. Falando ao Complexo, Moore insistiu que a diversidade é importante. Mas nunca estará acima da qualidade dos produtos cinematográficos do estúdio encabeçado por Kevin Feige. Estas foram as suas palavras:

“Queremos contar as melhores histórias possíveis e com o melhor desenvolvimento de personagens e guiões que possamos ter. A nossa maior preocupação é que. Tentar obter mais caracteres introduzidos. Mas não apressar algo que não esteja pronto ou entregar algo que não esteja à altura dos nossos padrões. Portanto, é menosprezar o nosso trabalho se estamos a apressar as personagens a dar prioridade à diversidade e não a tentar perceber como fazê-lo correctamente. Qualidade primeiro; diversidade segundo”

Diversidade nos Estúdios Marvel está assegurada. Embora tenhamos de esperar para a ver introduzida organicamente e não apressada

O que pensa destas afirmações? Sinceramente, eles são muito positivos para o futuro dos Estúdios Marvel. Eles dão uma sensação de segurança de que a diversidade vai ser um elemento importante. Como já está no actual editorial da MarvelComics, com personagens femininas tão fortes como a Sra. Marvel (Kamala Khan).

mas chegou o momento do filme. Especialmente após o sucesso da ‘WonderWoman’. Resta saber como o público responderá com produções como ‘BlackPanther’ e ‘CaptainMarvel’. Há anos que os fãs da MCU pedem um filme da Viúva Negra (Scarlett Johansson). Agora é a vez da Carol Danvers, e esperemos que ela não desiluda e que possamos ver mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *