Hedvig Lindahl: “Estou orgulhoso dos três atiradores”

EFEBarcelona

Updated 10/03/2021 19:40

O guarda-redes sueco do Atlético de Madrid, Hedvig Lindahl, estava “orgulhoso” da venezuelana Deyna Castellanos, da holandesa Merel van Dongen e da inglesa Toni Duggan, que levou e falhou três penalties na derrota do Atlético de Madrid para o Chelsea no play-off.

A seguir a eliminação do Atlético de Madrid nos últimos 16 da Champions League, Lindahl reconheceu que o grupo está a sair “com sentimentos mistos”

“Estou muito orgulhosa da equipa, pelo nosso desempenho. A verdade é que jogámos contra uma equipa que tem sido capaz de construir o seu projecto há muitos anos. Acabámos de iniciar um. Havia três penalidades para nós e estou orgulhosa dos que aplicavam as penalidades”, disse ela.

A Chelsea foi incapaz de salvar as duas que o Chelsea aplicou, no entanto, uma vez que ganharam o empate 3-1 no agregado (2-0 e 1-1).

“Espero que tenhamos mostrado à Europa e ao mundo que podemos ser uma força a ter em conta. O meu objectivo é que continuemos a desenvolver este projecto e que consigamos colmatar a lacuna nas equipas de topo neste novo mundo do futebol feminino”, desejava a guarda-redes sueca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *