Dores lombares baixas –

Dores lombares baixas são definidas como dores lombares que se estendem desde as últimas costelas até às pregas dos glúteos. Juntamente com a dor ciática, são as lesões mais frequentes e importantes sofridas pela coluna lombar. A dor lombar torna-se mais comum à medida que se envelhece, afectando metade de todas as pessoas com mais de 60 anos em algum momento.

A parte inferior das costas é constituída por 5 vértebras (L1-L5) localizadas no final da coluna vertebral. Estas vértebras são as que suportam mais peso, razão pela qual é a zona das costas que mais sofre. Liga o tórax com a pélvis e as pernas. Também proporciona mobilidade para virar, dobrar-se e inclinar-se, bem como força para estar de pé, andar e levantar-se. Assim, a região lombar está envolvida em quase todas as actividades diárias. É por isso que as dores lombares baixas irão limitar ou impedir estas actividades, alterando a qualidade de vida. A dor pode ser uma linha horizontal, uma pitada num ponto ou mesmo uma dor radiante que começa na região lombar e desce a perna. Tudo dependerá da sua etiologia (causa da doença).

Causas mais comuns de dores lombares

– Lesões dos discos intervertebrais

– Patologias ligamentares

– Lesões miofasciais

– Problemas musculares

– Artrose lombar

– Condições viscerais: pâncreas, rim…

– Afecto muscular

– Lesões neurológicas

– Alteração da curvatura da coluna

– Excesso de peso

– Má ergoterapia

– Má postura, actividades desportivas, factores psicológicos…

Dores lombares baixos podem ser agudos ou crónicos. É aguda quando é causada por uma actividade que provoca um exagero na área, tal como levantar um peso do chão usando os músculos das costas. Será crónica quando a dor lombar dura mais de 6 semanas, e pode irradiar para as nádegas e pernas.

Tratamento da dor lombar

– Descanso. A posição mais confortável para isto é de lado e com as pernas ligeiramente dobradas.

– Terapia de massagem na zona lombar e nádegas.

– Tratamento dos músculos: psoas, quadrado lombar, piramidal…

– Tratamento dos ligamentos iliolombares, intervertebral…

– Electroterapia: Microondas, onda curta, TENS, infravermelhos, ultra-sons.

– Osteopatia.

– Ondas de choque.

– Agulhas secas.

– Exercícios e alongamentos para a zona lombar.

– Reforço muscular e treino pessoal.

– Ergonomia Postural e Reeducação Postural Global (GPR)

– Pilates.

– Aplicação de calor e exercícios de alongamento suave

– Kinesiotape

Tem dores na zona lombar? Limita as suas actividades diárias? Se assim for, não hesite em colocar-se nas mãos de um fisioterapeuta. Na MTS Physiotherapy podemos ajudá-lo. Escreva-nos ou ligue 924 030 819.

Escreva-nos ou ligue 924 030 819.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *