Del odio al amor

Era um dia ensolarado naquela cidade chamada “Cerrito” as pessoas agem como pessoas normais e “civilizadas” ninguém se preocupa com a vida dos outros.

O Sr. Maul steiner andou por aquelas ruas que só ouviam os carros e os seus assobios que marcavam. Enquanto andava uma gota do seu olho escorregou-lhe pela bochecha abaixo. Pensando naquele momento trágico que marcou a sua vida para sempre.

-Maul,Maul,Maul O que é que estás a pensar amor? Diz Soledad a sua mulher.

-Nada só recorda nada mais.

– Vai continuar a atormentar-se com isso.

Ela diz ao pegar-lhe na mão.

-Não há sossego. Mudando de assunto a que horas o autocarro chega para nos trazer para casa isaak já está atrasado, e não creio que o acampamento se prolongue mais do Verão.

Está aqui querida, olha lá isaak.

Narra isaak

Finalmente cheguei do acampamento de Verão. E ver os meus pais à minha espera foi super fixe.

Eu sou isaak steiner, tenho 17 anos e vivo nesta cidade para sempre a única coisa de que não gosto é que seja um pouco antiquado.

A minha família é meio louca, a chefe da família é a avó Carmen ela é uma mulher muito confiante e determinada ela juntamente com o avô que já faleceu teve 4 filhos.

A mais velha é a tia patricia ela é muito reservada ela tem um marido chamado Miguel, eles tiveram 2 filhos que são meus primos Leo e Elena. A seguir é o tio orlando, o tio que não tem um filho mas partiu um dia e nunca mais voltou e ficou viúvo no mesmo ano, o meu pai e obviamente ele é casado com a minha mãe soledad ele teve a minha irmã mais velha skarle e eu. Claro que um filho está desaparecido é o tio flayon que morreu há alguns anos atrás, desde então a família estava em tristeza.

Do outro lado da cidade, especificamente no outro extremo, encontra-se a casa de maclay.

Narra Gael.

Cheguei a minha casa como qualquer dia em que cumprimentei os meus pais, indo para o quarto dos meus avós, ouvi-os discutir.

– Sabem que estes anos de dor têm sido muito difíceis para mim obtavio.

Eu conheço o branco mas lembre-se que não era tudo assim.

Um tipo normal deveria preocupar-se ou investigar isto mas eu não me importo, eles eram os meus avós Obtavio e os brancos são os chefes da família Maclay eles são pessoas muito rígidas que tiveram os seus filhos.

O primeiro foi o meu pai, eduardo ele casou com a minha mãe julia; tiveram o meu irmão mais velho jerremy, depois vieram-me e depois a minha irmã celia tem 10 anos, eu tenho 17, e jerremy tem 20. depois segue a tia ortencia ela teve a sua filha michael e luciana, segue o tio victor ele teve o seu filho dilan. e a tia Nicis ela faleceu há muito tempo por causa dessa família.Nós somos o maclay a família terrorista da cidade.

In fi. Sou uma das pessoas mais populares da cidade e da escola que gosto de ser temida pelo povo. Tanto quanto sei, nós e os Steiner’s não nos damos muito bem, é como uma rixa.

Narrator

Era um dia de escola completamente normal para todos estava muito excitado porque passou 2 anos fora da cidade, na casa de uma tia ao lado da mãe e passou o Verão no acampamento é comum que o seu último ano de faculdade eu queira passar com os seus pais porque ainda não sabia que queria estudar na faculdade e não sabia para onde o destino o levaria por isso decidiu vir para esta cidade.

Narra isaack

Não consigo acreditar como estava excitado por chegar à minha antiga escola que será a minha escola actual, tudo era igual a quando saí, apenas que havia caras novas.

Estava a caminhar pelo corredor, até que finalmente recebi a minha sala de aula quando entrei na sala de aula o professor obriga-me a apresentar-me aos meus colegas de turma e depois tomou o meu lugar. Uns minutos depois ouço como o professor repreende um rapaz que estava atrasado.

-Mr. Gael estas não são horas de chegada à sala de aula e muito menos com uma tremenda desordem.

– Perdoem-me a falta, não voltará a acontecer.

-Bem espero que sim, por agora regressem ao vosso lugar.

She foi sentar-se na fila de trás com os seus amigos sem cérebro, sei que as pessoas que se sentam no fundo da sala são as que vão de festa em festa e não fazem nada por ninguém, apenas se preocupam.

Na sala fiz 2 amigos chamados Maya e Jhon são super fixes A Maya é inteligente, mas sexy e ousada ao mesmo tempo é de cabelo preto de altura média e dentes brancos e os seus olhos de cor mil. jhon é alto, cabelo escuro e preto com olhos castanhos e o grande sorriso é mais relaxado e sereno rapaz.tornámo-nos amigos na aula de matemática eles estavam a ajudar-me a resolver alguns exercícios e tínhamos muita calma e coisas em comum concordámos em ir ao parque depois das aulas para conversarmos durante algum tempo antes de irmos para casa.

Estávamos naquele parque a falar de tudo um pouco de bom grado na nossa conversa jhon disse um tópico que me deixou curioso.

-eu não creio que Gael se vá atrasar de novo para as aulas

— sabe como ele é ele faz sempre o que quer; Mayan responde.

-eu devia aprender é sempre o mesmo com eles.

+ rapazes e o que é que se fala tanto sobre este Gael. perguntei sem interesse

-Gael é uma das pessoas mais populares da cidade, a sua família é marcada e listada como uma das mais misteriosas. respondeu jhon

Enquanto falavam deste gael eu estava apenas concentrado no meu telemóvel a falar com a minha irmã skarle que concordámos em ir à noite a um restaurante que também faz karaoke.Convidei os meus novos amigos a passarem mais tempo juntos.

Enquanto estávamos a caminhar para a saída do parque, ouvi um carinho e senti uma bola que me bateu na cara e me atirou ao chão.

-O novo tipo não consegue apanhar uma bola,hahahahahahahahaha.

Quando consegui levantar-me e ver a gaélula tola a rir-se de mim depois daquele comentário. Quando me levantei completamente, agarrei na bola e atirei-a directamente para um camião do lixo que estava a passar e disse.

+ Penso que os sem cérebro ficaram sem bola.

– quem pensas que és? Você não sabe com quem está a falar. disse Gael

+ Não sei com quem está a falar e não me importo. Eu disse cruzar os braços.

Parece que não quer durar muito tempo nesta cidade.

+ Você pensa que a sua ameaça me assusta.

Respondi-lhe levantando a minha voz.

Talvez se o tigrito me disser que me aproximo estando cara a cara.

Gael está na hora de sairmos.

Diz um dos seus amigos deserebrados.

Depois de terem saído, fiquei no parque em que estava a ver Gael ser alto é cerca de 1,87 Eu tenho 1,80, ele tem olhos castanhos como os meus tem um corpo muito marcado que se pode ver na camisa, o meu não é tão marcado, ele é de alguma forma atraente.

Estou nesta cidade para passar algum tempo com a minha família, não sei o que vai acontecer este ano após o meu fim de Verão

——————————————————————————————————————————– Olá amigos

Estou muito entusiasmado com este novo projecto que tenho a certeza que vão adorar, viver juntos com isaack e gael a sua grande aventura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *