Como aprender várias línguas ao mesmo tempo, de acordo com os peritos

Vivemos numa era multicultural e globalizada que exige cada vez mais o conhecimento de várias línguas ao viajar, apostando na mobilidade laboral – os freelancers e os nómadas digitais são cada vez mais – e tendo cada vez mais competências em torno de futuras entrevistas de emprego. Actualmente, as línguas mais procuradas pelas empresas são inglês, alemão e francês.

As dez línguas mais antigas do mundo que ainda estão em uso

Para aprender várias línguas ao mesmo tempo, tem à sua disposição numerosos recursos, a partir de plataformas de troca online gratuitas como Busuu ou Hello Talk para aplicações especializadas como Duolingo, Babbel ou Memrise, canais Youtube, blogs e tutoriais especializados, MOOCs e cursos online gratuitos ou websites cheios de material de formação digital gratuito.

Para o ajudar no campo prático e para não falhar no seu propósito de aprender duas ou mais línguas ao mesmo tempo, não perca as seguintes dicas.

5 dicas para aprender várias línguas ao mesmo tempo

  • Se possível, aprenda línguas de famílias diferentes: Se estiver a aprender catalão e italiano ao mesmo tempo, ou português e francês, poderá sofrer o problema da interferência linguística, misturando palavras ou gramáticas. Se estiver a estudar línguas da mesma família, tente usar cada língua com material muito diferente e faça pausas entre o estudo de uma e a outra. Recomenda-se que as línguas variem em dificuldade – por exemplo, uma semelhante à sua língua materna como outra língua românica e outra totalmente diferente, como o árabe, chinês, japonês ou coreano.
  • Priorizar uma das línguas: Dedicar mais tempo e atenção a uma das línguas é essencial, pois desta forma pode estabelecer vários ritmos de trabalho diferentes, dedicar experiências mais imersivas a uma – tais como séries, filmes, conversas com falantes nativos ou podcasts – e cingir-se a um horário, gerir melhor o seu tempo e atribuir mais à língua prioritária – que deve ser a que mais o impele, a que mais se aplica ao seu ambiente de trabalho e às suas perspectivas futuras.
  • Translate languages into each other: Uma táctica de aprendizagem activa muito útil é traduzir pedaços e partes das línguas umas nas outras. Pode trabalhar com materiais como flashcards, cartões de vocabulário, questionários, jogos interactivos e de memorização, bem como jogar a ter uma personalidade diferente em cada língua, trabalhando em diferentes modos de expressão.
  • Não se esqueça da diversão: Para evitar ficar sobrecarregado, aborrecido ou frustrado, acrescentar uma perspectiva divertida à aprendizagem é elementar, desde ver programas de TV famosos noutras línguas até assistir a palestras, trocar conhecimentos com outros, comprar banda desenhada ou devorar romances de dificuldade adaptados ao seu nível.
  • Integrar línguas na sua rotina diária: A coerência é essencial, dedicando pelo menos quinze minutos por dia a cada língua, levando aplicações especializadas no seu telefone, tendo um calendário com marcos e respeitando a disciplina de aprendizagem. Não se esqueça de ter pequenas recompensas para celebrar o seu progresso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *