A rota para Laguna del Diamante está desobstruída para a época

As estradas provinciais estão a trabalhar para desobstruir a estrada que conduz à Laguna del Diamante. O trabalho exige a quebra e remoção dos enormes blocos de gelo que se formam durante os meses de Inverno, numa estrada localizada a mais de 3.000 metros acima do nível do mar.

A estrada que liga à Laguna del Diamante, em San Carlos, está entre os cinco lugares de maior beleza paisagística de Mendoza

Nos quilómetros anteriores a esse lugar histórico, as equipas da agência rodoviária trabalham há uma semana para desobstruir a estrada (Rota Provincial 98), que se estende desde a Rota Nacional 40 até ao sector sul do Vulcão Maipo, na fronteira com o Chile.

A tarefa exige geralmente um mês de intervenções e inclui a quebra de grandes blocos de neve gerados durante o Inverno, para além da remoção de pedras e a reconstrução da estrada nas imediações de Puesto Alvarado e dos locais que constituem os arredores da lagoa, ou seja, Casa de Piedra, Vegas del Yaucha e Pampa de los Paramillos, entre outros.

“O trabalho está em curso e actualmente as máquinas chegaram ao lugar Pampa de los Avestruces. É um trabalho exigente porque é desenvolvido numa rota de solo natural, com uma série de curvas e com as encostas que apresentam as estradas da montanha de Mendoza. Estimamos que em três a quatro semanas conseguiremos limpar todo o vestígio para permitir a entrada na Laguna del Diamante”, disse o administrador das Estradas Provinciais, Osvaldo Romagnoli.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *