6 Frases famosas de medicina que o farão pensar

No artigo de hoje trazemos-lhe algumas frases famosas de medicina, que ficaram para a posteridade, escritas ou pronunciadas por médicos.

Além disso, também lhe contamos alguns factos relevantes sobre os seus autores e curiosidades do mundo da medicina que lhe possam interessar. Com perguntas MIRIAL incluídas! 😉


“Só o médico e o dramaturgo gozam do raro privilégio de recolher as desazonas que nos dão.”

Santiago Ramón y Cajal (Petilla de Aragón, 1852 – Madrid, 1934).

É um médico espanhol proeminente, especializado em anatomia patológica e histologia. Em 1906 ganhou, juntamente com Camillo Golgi (médico e citólogo italiano), o Prémio Nobel da Medicina, pelas suas contribuições sobre a estrutura do sistema nervoso, o papel do neurónio e o processo de sinapse.

Aqui pode ver o primeiro capítulo da série “Ramón y Cajal: Historia de una voluntad” de RTVE:

Manuel de la Torre publicou um infográfico sobre o sistema nervoso e o papel do neurónio muito interessante:

#Neurões Infográficos são as células que compõem o sistema nervoso, formam uma rede que processa dados e transmite informação através da imagem corporal.twitter.com/ujkHVtEQor

– Equipo De la Torre (@EquipodelaTorre) 19 de Março de 2019

“O cirurgião vive com a morte, é a sua companheira inseparável, com ela vou de mãos dadas.”

René Gerónimo Favaloro (La Plata, 1923 – Ciudad Autónoma de Buenos Aires, 2000) era um cirurgião cardíaco argentino, que se tornou mundialmente famoso por ter criado o bypass coronário na veia safena.

Sabia que o ano passado (em 2019) foi o 50º aniversário do primeiro transplante total de coração artificial? Esta técnica foi criada pelo médico argentino Domingo Liotta juntamente com Denton Coleey, e foi aplicada com sucesso no Texas, no ano de 1969. Esta operação marcou um verdadeiro marco na cirurgia cardiovascular.

Deixamos-lhe esta infografia sobre doações e transplantes:

Fonte infográfica: RPP noticias

Em MIRIAL encontrará esta pergunta sobre cirurgia cardiovascular:

Homem, 60 anos de idade, com história de comissurotomia mitral para estenose mitral reumática. Foi admitido por febre de evolução de 10 dias, 3 culturas de sangue isoladas do grupo Streptococcus viridans e um ecocardiograma mostrou vegetação mitral. O tratamento foi iniciado com penicilina G e gentamicina. Uma semana após o início do tratamento, a febre persiste, a dispneia em pequenos esforços, a pressão venosa jugular é de 6 cm e os rales húmidos são auscultados em bases pulmonares. Nesta altura, qual seria a atitude mais correcta:

  • Continuar com o mesmo tratamento até completar o tempo recomendado.
  • Continuar com o mesmo tratamento e realizar a avaliação da cirurgia cardiovascular. (Resposta correcta)
  • li>Alterar a terapia antimicrobiana para vancomicina e rifampicina, e realizar avaliação de cirurgia cardiovascular.li>Alterar a terapia antimicrobiana para vancomicina e rifampicina.li>Alterar a terapia antimicrobiana para ceftriaxona.

br>>br>>>/p>h2>”O bom médico trata a doença; o grande médico trata o doente que tem a doença”

William Osler (Ontário, 1849 – Oxford, 1919) foi um médico canadiano proeminente, considerado por muitos como o pai da medicina moderna. Sabia que numerosas doenças têm o seu nome? Alguns deles são:

    • sinal de Osler: falsa leitura da tensão arterial elevada, que se deve à arteriosclerose.
    • síndrome de Osler: dor cólica recorrente, causada pela litíase da ampola de Vater.
    • doença de Vaquez-Osler: doença mieloproliferativa crónica, maligna.
    • Doença de Rendu-Olser-Weber: síndrome com numerosas malformações vasculares na pele, mucosa nasal e oral.

“Aquele que só conhece medicina, nem conhece medicina.”

José de Letamendi y Manjarrés (Barcelona, 1828 – Madrid, 1897) foi médico espanhol, professor de anatomia em Barcelona e de patologia geral em Madrid.

Ele também gostava de escrever e este é um dos seus poemas mais conhecidos: “Dicas para uma vida saudável”

br>”Vida honesta e ordeira,
utilização de poucos remédios
br>e colocar todos os meios
de não se apressar por nada.
Alimento moderado,
exercício e divertimento,
nunca fique apreensivo,
sa para o campo durante algum tempo;
ligeiro confinamento, muitas relações sexuais
e ocupação contínua”.

br>>>br>>>h2>”Antes de se diagnosticar com depressão ou baixa auto-estima, primeiro certifique-se de que não está rodeado de idiotas”

Sigmund Freud (Príbor, 1856 – Londres, 1939) foi médico e neurologista austríaco de origem judaica. Tornou-se mundialmente conhecido como o pai da psicanálise.
br> Revolucionou a saúde mental com as suas contribuições, e embora tenha criado uma grande controvérsia com as suas ideias, especialmente pela sua grande ênfase na sexualidade, ainda hoje é considerado um ícone no campo da psiquiatria e da psicologia.

Embora com a frase que ironizamos Freud, a depressão é um distúrbio mental grave e incapacitante. Pode consultar as suas estatísticas mais relevantes neste recente artigo em Psicologia e Mente.

Deixamos-lhe também um infográfico sobre a prevalência da depressão e algumas estatísticas:

Fonte infográfico: Descubra a sua saúde

Também pode verificar as características mais relevantes da depressão neste vídeo da Organização Mundial de Saúde (OMS):

br>Uma pergunta que pode encontrar na aplicação MIRIAL sobre depressão é:

Em relação ao tratamento da depressão, uma das seguintes afirmações é WRONG:

  • A terapia electroconvulsiva não tem indicação nas depressões neuróticas.
  • li>Lithium é utilizado em condições bipolares.li>AsMAOIs são indicadas em depressões atípicas.li>Inibidores de recaptação de serotonina são mais bem tolerados do que os antidepressivos tricíclicos.li> O tempo médio de manutenção dos medicamentos antidepressivos é de 6 semanas. (Resposta correcta)

>br>>br>>/p>h2>”Uma pessoa que tem um grau de agressão muito elevado, uma necessidade de estímulo, e uma necessidade de domínio para substituir a sua falta de emoção tem mais probabilidades de se tornar um assassino ou um assassino em série.”

Eduard Punset Casals (Barcelona, 1936 – Barcelona, 2019) foi um popularizador espanhol da ciência de grande impacto, bem como escritor, economista, político e jurista.

Se quiser saber mais sobre psicopatia, deixamos aqui uma entrevista conduzida por Eduard Punset (no programa REDES) ao psicólogo canadiano Robert Hare, doutorado em Psicologia e investigador principal de psicopatia:

br>>>br>>>/p>

div id=”48a30badadad”>>/p>

br>>>/p>

br>>>/p>>p>fontes consultadas:

p>Bibliografia:ul>

  • Asociação Psiquiátrica Americana -APA- (2014). DSM-5. Manual de diagnóstico e estatística de perturbações mentais. Madrid: Panamericana.
  • Bliss, Michael (2002). William Osler: Uma Vida em Medicina. Imprensa da Universidade de Toronto.
  • Gay, Peter(2010). Freud. Barcelona: Paidós.
  • Penelas, Carlos (2003). Diário interior de René Favaloro(8 edição). Sudamericana. p. 208.
  • Webgraphy:

    • https://clinic-cloud.com/blog/20-frases-celebres-de-medicos-sobre-la-medicina-y-la-vida/
    • https://frasesdelavida.com/frases-de-medicos/
    • https://www.nobelprize.org/prizes/medicine/1906/summary/
    • https://frasesdelavida.com/frases-de-medicos/
    • https://conlagentenoticias.com/infografia-a-50-anos-del-primer-trasplante-de-corazon-artificial-total/

    • https://descubretusalud.com/infografia-depresion-enemigo-silencioso-muerte/
    • https://psicologiaymente.com/clinica/estadisticas-sobre-depresion
    • https://www.facebook.com/Surmedikal.Oxigenoterapia/photos/a.469112946440782/ https://medymel.blogspot.com/2009/03/jose-de-letamendi-un-idolo-caido.html

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *